Review | GirlBoss [Season 1]

Aqui vamos nós para mais uma série original Netflix. Anunciada a mais de uma ano, sua produção começou em Fevereiro de 2016, e as expectativas quanto a série eram altas. Girlboss é a nova série original da Netflix, baseada na biografia de Sophia Amoruso, fundadora da loja online Nasty Gal. Ela pode não ser tão …

Review Overview

Nota Geral

2,0

User Rating: Be the first one !
40

Aqui vamos nós para mais uma série original Netflix. Anunciada a mais de uma ano, sua produção começou em Fevereiro de 2016, e as expectativas quanto a série eram altas.

Girlboss é a nova série original da Netflix, baseada na biografia de Sophia Amoruso, fundadora da loja online Nasty Gal. Ela pode não ser tão conhecida aqui no Brasil, mas não duvidem do seu poder. A Inc. Magazine a nomeou como uma das companhias que cresceram mais rápido no mundo em 2012, e em 2016, a Forbes listou Sophia como uma das mais ricas mulheres por esforço próprio (ou seja, não foi através de herança).

girlboss_book_new[1]

A série vai contar sua história, trocando o tempo de alguns fatos para que eles se passem no mesmo momento de inicio da loja online, o foco da história.

Shophia é uma jovem de vinte e três anos com medo de crescer, ela não quer ser colocada dentro de uma “caixa”, seguir os padrões impostos pela sociedade para uma pessoa adulta. Achar uma forma de crescer sem se tornar uma adulta séria é seu objetivo (o único que ela leva realmente a sério). Mas nem todos concordam com este seu estilo de vida irresponsável que envolve ficar pulando de um emprego para outro, roubar, festejar, e viver a base de adrenalina. Mas, após mais um desses episódios de demissão, ela está prestes a ser despejada para fora de casa, e o que ela faz com os últimos trocados que possui? Compra uma jaqueta.

Girlboss_capa[1]

Irresponsável, possivelmente sim, mas foi a decisão mais inteligente que ela já teve, ou talvez tenha sido colocar a jaqueta em um leilão através do eBay. Em algo que ela gastou US$9, foi vendido por mais de US$600. Sophia resolveu usar seu ótimo olho para as roupas vintage e transformar isto em um trabalho full time. Bom, até ela descobrir uma hernia e precisar de um plano de saúde para cobrir os gastos, sendo assim obrigada a assumir um emprego como segurança na Academia de Artes de São Francisco, conferindo as carteiras de estudantes dos alunos e liberando suas entradas.

Mas sabemos que não é só por base em um produto bem sucedido que a loja será um sucesso, Sophia terá muito trabalho correndo atras de novas peças, customizando e cuidando da página, pois sabemos que um comentário negativo no eBay, pode ser o fim.

Em paralelo a loja, temos também a vida pessoal dela. A relação com sua melhor amiga tão doida quanto ela, uma relação muito conturbada com o seu pai que esperava coisas diferentes dela, e um homem que surgiu em sua vida para complicar tudo, pobre Sophia.

girlboss-serie-netflix[1]

Agora, querem saber um fator engraçado sobre está história? Ele não se passou na série, e sim na vida real. Em uma entrevista concedida a Forbes, Amoruso admitiu que se sentia incompatível com as exigências de ser um CEO, e em 2 de janeiro de 2015, ela anunciou que estava renunciando como CEO da Nasty Gal. Em Novembro de 2016, a empresa deu os primeiros passos em direção a falência. A Netflix não teve um dedo muito bom desta vez.

Analisando a série, a protagonista de Girl Boss, Sophia Amoruso é tudo que qualquer jovem mulher deseja ser: extrovertida, despreocupada, inconsequente, etc. Só que eles focam tanto nesta personalidade ideal, que chegam a exagerar e a protagonista tornasse de mais. O modo que os problemas se resolvem são irreais até para o mundo ficcional, imaginem para uma biografia!

Com temática simples, sem grandes descobertas, mas explorando um assunto nunca antes trabalhado que é o mercado de compras e vendas online, e com episódios bem curtos, Girlboss tornasse uma série rápida de assistir e, ao mesmo tempo, rapidamente esquecível. Seja por estar esperando muito desta nova série original Netflix que seguiu diretamente os 13 porquês, ou devido a sua simplicidade mesmo, Girlboss não conquista, podendo ser resumido tudo em um filme de 2 horas que passaria na sessão tarde.

Girlboss-[1]

Apesar de tudo isto, o tema explorado e a determinação de uma jovem mulher como empresária em fazer sua empresa dá certo, é impressionante. Sophia se desenvolve de uma forma excepcional indo de uma mulher com medo de crescer para uma pessoa persistente e determinada. Através dos altos e “baixos” dá sua carreira, ela aprende valiosas lições que vão construindo um caráter melhor, e mostrando uma personalidade um pouco mais aceitável.

Sinceramente, se não tiver mais nada para fazer ou assistir, vá conferir Girlboss, se tiver qualquer outra coisa a ser feita no lugar de assistir a série, de preferência a isto.

 

O que achou?

Comentários

About Eduarda Marinho

Eduarda Marinho
Host Geek. 2014.