Review | Chewing Gum [Season 1]

Chewing Gum é uma série de comédia britânica que traz situações hilárias que fazem com que você ria até dar uma dor na sua caixinha de risos. Não tão conhecida ainda, sua primeira temporada (composta por 06 episódios de apenas 23min cada) foi disponibilizada no dia 31 de outubro de 2016. Mas então, do que …

Review Overview

Nota Geral

3,0

User Rating: Be the first one !
60

Chewing Gum é uma série de comédia britânica que traz situações hilárias que fazem com que você ria até dar uma dor na sua caixinha de risos. Não tão conhecida ainda, sua primeira temporada (composta por 06 episódios de apenas 23min cada) foi disponibilizada no dia 31 de outubro de 2016.

Mas então, do que a série trata?

Tracey Gordon (Michaela Coel) é uma jovem cristã que deseja perder a virgindade com seu noivo, Ronald (John MacMillan), um homem bastante religioso que evita, ao máximo, que ocorra algo mais íntimo entre os dois antes do casamento. Dessa forma, Tracey procura aprender mais sobre o sexo com sua melhor amiga Candice (Danielle Walters), que entende bem do assunto, além da sua avó, Esther (Maggie Steed) que não tem medo de falar o que pensa. Logo, indo contra toda a educação cristã recebida da sua mãe e sendo perseguida e vigiada pela sua irmã Cynthia (Susie Wokoma), que parece querer viver toda a sua vida ao lado da sua irmã e sua mãe, jogando Ludo para sempre; Tracey decide seduzir seu noivo para conseguir o que tanto almeja ao mesmo tempo em que trabalha numa loja de conveniência e que conhece o poeta Connor (Robert Lonsdale), que acaba trazendo algo novo na sua vida.

chewing-gum-connor

Todo o lado cômico da série vem do fato da protagonista ser uma personagem bem ingênua em tais assuntos mais maduros, ao mesmo tempo em que tenta se libertar de uma vida na qual é baseada em todo um fundamento moralista que foi passado pela sua família, composta por evangélicos bem militantes. Com isso, Tracey vai descobrindo a sua sexualidade passando por vários momentos embaraçosos, desconcertantes e bastante engraçados que acaba fazendo nos identificarmos em determinadas situações, o que traz toda uma introspecção na série, ao momento que alguma vez em nossas vidas sentimos os mesmos medos, esperanças e curiosidades dela.

Chega a ser incrível, também, como a série aborda vários temas polêmicos. Seja tratando de assuntos religiosos, sexualidade, questões étnico-raciais, machismo e desigualdade social; tudo de maneira bem leve e humorada. Outro ponto positivo, que podemos destacar para a série, são os seus personagens secundários, que chegam a ter seus grandes momentos bem insanos se encaixando de forma única na narrativa da série.

1492009567787819

Entre os devidos personagens, destacamos Cynthia que, ao longo da temporada, vai percebendo que não deseja viver apenas sentada vendo a sua vida passar e sua mãe que sai nas ruas distribuindo seus discursos religiosos; Connor, que se diz poeta, mas não é compreendido por ninguém (nem por ele mesmo, se brincar) e sua mãe que foca toda a sua atenção nela mesma, esquecendo quem está ao redor; e Ronald, que ao longo dos episódios percebemos que pode ter outros motivos para não querer tanta intimidade com sua namorada.

chewing-gum-série-netflix-beyoncé-amém

Dessa forma, a série vai te fazer rir de momentos que podem ocorrer no dia-a-dia ou até mesmo de cenas totalmente nonsenses; mas, além de tudo, Chewing Gum acaba sendo um seriado que nos traz pensamentos sobre o que é ser jovem, negra, pobre e mulher.  Então se você ainda não conferiu, corra para dar uma olhada, pois a segunda temporada já está disponível na Netflix.

 

 

O que achou?

Comentários

About Ismael Hazin

Apenas um canceriano totalmente apaixonado por séries que também divide seu coração com filmes, livros e cartoons.
Host Geek. 2014.