Crítica | Meu Malvado Favorito 3 (Despicable Me 3)

Nos anos 1980, Balthazar Bratt fazia muito sucesso através de sua série de TV, onde interpretava um vilão chamado EvilBratt. Entretanto, o tempo passou, ele cresceu, a voz mudou e a fama se foi. Com a série cancelada, Balthazar tornou-se uma pessoa vingativa que, nas décadas seguintes, planejou seu retorno triunfal como vingança. Gru e …

Review Overview

Nota Geral

2,0

User Rating: Be the first one !
40

Nos anos 1980, Balthazar Bratt fazia muito sucesso através de sua série de TV, onde interpretava um vilão chamado EvilBratt. Entretanto, o tempo passou, ele cresceu, a voz mudou e a fama se foi. Com a série cancelada, Balthazar tornou-se uma pessoa vingativa que, nas décadas seguintes, planejou seu retorno triunfal como vingança. Gru e Lucy são chamados para enfrentá-lo logo em sua reaparição, mas acabam sendo demitidos por não terem conseguido capturá-lo. Gru então descobre que possui um irmão gêmeo, Dru, e parte com a família para encontrá-lo no país em que vive.

MMF

Nessa quinta-feira (29) estreia nos cinemas brasileiros o terceiro filme da animação O Meu Malvado Favorito. Nesse terceiro longa a família de Gru será expandida mais uma vez, com a chegada do seu desconhecido irmão gêmeo, que quer levar Gru de volta para o caminho do crime. Enquanto isso, o protagonista ainda corre atrás do vilão Balthazar Bratt, que quer roubar uma joia para arquitetar seu plano de vingança contra a cidade.

A animação é dirigida por Pierre Coffin, que participou de todos os longas da série, e por Kyle Balda, que dirigiu o primeiro filme e também a produção solo dos Minions em 2015.  Juntos os dois diretores já haviam provado que tinham a capacidade de construir uma história extremamente engraçada, além de sempre emocionar com temas familiares.

Infelizmente a dupla não começa muito bem seus trabalhos no terceiro conto da família Gru. Isso porque, tanto o grande vilão da história, assim como o irmão de Gru, são apresentados de maneira apressado e desenvolvidos de maneira unilateral. Se nos anteriores tínhamos personagens coadjuvantes bem desenvolvidos, isso não acontece dessa vez.

Sem-Título-6-3

Além de não apresentar e muito menos desenvolver bem os novos personagens, aqueles que já conhecemos são pouco aproveitados, até mesmo os Minios passam uma leve sensação de serem escanteados no roteiro. É imprescindível deixar de notar que a história do filme seria a mesma com ou sem a presença deles. Além disso, a relação entre Lucy e as três filhas de Gru deveria ser o laço emocional da trama, todavia, acontece de forma bastante rasa.

No final das contas, Meu Malvado Favorito 3 infelizmente é menos engraçado e menos emotivo que os dois anteriores, perdendo um pouco do brilho dos seus principais personagens. Contudo, o final do longa deixa uma excelente porta aberta para no futuro a animação ganhar uma nova dinâmica.

 

O que achou?

Comentários

About Victor Noblat

Victor Noblat
Comentarista esportivo, viciado em filmes e séries. "Um Homem que não se dedica a família não é um homem de verdade" CORLEONE. Vito
Host Geek. 2014.