Crítica | Em Ritmo de Fuga (Baby Drive)

O jovem Baby tem uma mania curiosa: precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Excelente motorista, ele é o piloto de fuga oficial dos assaltos de Doc, mas não vê a hora de deixar o cargo, principalmente depois que se vê apaixonado pela …

Review Overview

Nota Geral

5,0

User Rating: Be the first one !
100

O jovem Baby tem uma mania curiosa: precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Excelente motorista, ele é o piloto de fuga oficial dos assaltos de Doc, mas não vê a hora de deixar o cargo, principalmente depois que se vê apaixonado pela garçonete Debora.

Ansel-Elgort-in-Baby-Driver

Nem todos os diretores atuais conseguem ter sua assinatura própria no cinema. Hoje, a maioria dos filmes, principalmente do gênero de ação, acabam caindo numa zona de conforto que gera uma repetição da fórmula que as histórias são contadas e reveladas para o público. Pois bem, se tem um diretor que consegue ainda apresentar histórias de uma maneira bem particular, é o britânico Edgar Wright. O diretor não é nenhum revolucionário, contudo, consegue ter um jeito único de levar um bom roteiro para as telonas.

Em Ritmo de Fuga é o novo exemplo onde o diretor consegue transformar um bom enredo em um excelente longa de assalto. Quantos filmes nós já assistimos que tem o personagem principal tendo que realizar o último golpe? Aquele serviço final que enfim poderá fazê-lo se aposentar e largar o mundo do crime? Pois bem, o personagem Baby é mais um desses personagens, contudo, coloque uma trilha sonora de qualidade, e uma edição fantástico, e temos o melhor filme de ação do ano até o momento.

28BABYDRIVEJP1-master675

Se você não está familiarizado com a importância de uma edição de um longa, assista  Em Ritmo de Fuga e preste bem atenção como as músicas se encaixam não apenas com o momento vivido por cada personagem, mas até os sons de um limpador de um para-brisa, notas de dinheiro jogados na mesa e até mesmo o barulho de dois copos em um brinde, são melodicamente alinhados com as músicas da trilha sonora.

Claro que a qualidade da produção não se limita a uma boa edição. O filme consegue manter o espectador de olhos bem abertos a todo momento, não perdendo a força e o compasso em nenhum segundo. A trama vai se alinhando a cada ação e reação dos personagens, mesmo tendo pouco desenvolvimento dos mesmos. Apesar de não sabermos muito sobre os personagens, a tensão criada por Kevin Spacey, Jamie Foxx e Jon Hamm consegue deixar o público sempre atento.

E claro, para fechar um grande filme de ação é preciso ter grandes cenas com carros e perseguições e explosões, algo que o diretor já está mais do que acostumado. Criando uma grande atmosfera, com uma ótima trilha, tensão em todos os instantes e boas atuações, Em Ritmo de Fuga é tudo que um excelente longa de assalto precisa ser.

 

O que achou?

Comentários

About Victor Noblat

Victor Noblat
Comentarista esportivo, viciado em filmes e séries. "Um Homem que não se dedica a família não é um homem de verdade" CORLEONE. Vito
Host Geek. 2014.